Passar para o Conteúdo Principal

brasao cm chaves

pesquisar
 

Especialistas nacionais e internacionais rumam a Chaves à procura de novas estratégias para o futuro do termalismo

73290805 10157891626989078 5634875750935953408 o 1 1024 2500
12 Novembro 2019


A acontecer nos dias 14 e 15 de novembro, em Chaves, o Congresso Internacional de Termalismo tem o alto patrocínio do Presidente da República e será um momento de afirmação para o setor

O futuro do termalismo, a importância das Termas e do setor e novos caminhos e abordagens vão ser pontos centrais do Congresso Internacional de Termalismo, que vai levar a Chaves, nos próximos dias 14 e 15 de novembro, um alargado grupo de especialistas nacionais e internacionais. Serão dois dias intensos, com um programa que contempla desde temas clínicos, até assuntos como tendências globais, desenvolvimento de territórios termais, inovação, comunicação, tecnologia e valorização de recursos.

Organizado pela Associação das Termas de Portugal e pela Sociedade Portuguesa de Hidrologia Médica, em parceria com o Município de Chaves, o Congresso Internacional de Termalismo conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

Este evento pretende promover uma abordagem multidisciplinar do setor, juntando pela primeira vez, especialistas clínicos e profissionais de áreas como gestão, marketing, arquitetura e turismo, representantes de organismos internacionais e nacionais, decisores políticos e outras entidades e profissionais que desenvolvem atividade relacionada com Turismo de Saúde e Bem-Estar.

Para o Presidente da ATP, Vítor Leal, “o grande objetivo é fazer deste Congresso um importante evento de afirmação nacional e internacional das Termas e do Termalismo. Este congresso, pretende passar a fazer parte da agenda anual do setor e da Associação das Termas de Portugal e insere-se diretamente na nova estratégia de visibilidade e comunicação desta associação.

Segundo Nuno Vaz, Presidente do Município de Chaves, “Chaves pela diversidade termal, com os seus Balneários Termais em pleno funcionamento, qualidade dos serviços e singularidade das suas águas termais, tem um enorme potencial para afirmar e contribuir para o posicionamento deste território do Alto Tâmega como destino termal e de bem-estar, consciente que a água mineral natural é um recurso endógeno único, que poderá impulsionar, ao longo de todo o ano, o desenvolvimento e reequilíbrio territoriais.”

“Tendências globais em Turismo de Saúde e Bem-Estar” é o tema da conferência de abertura, da responsabilidade de Lars Schaefer, do Project M, em parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Luso Alemã. Segue-se uma mesa redonda sobre “Desenvolvimento dos territórios termais” na qual participam o Presidente da Câmara de Chaves, Nuno Vaz, Jose Lois da Deputación de Ourense, Maria José Alves, diretora da Aquavalor e Manuel Sarria da Confederação Hidrográfica do Minho-Sil.

No primeiro dia do Congresso, o painel dedicado ao Marketing, Comercialização e Serviços contará com a presença de Edson Athaíde, FCB Lisboa, Helena Rodrigues, especialista em Marketing e Medical & Wellness Tourism.

Conheça o programa completo e faça a sua inscrição em www.congressotermalismo.pt