Passar para o Conteúdo Principal

brasao cm chaves

pesquisar
 

Caminho Português Interior de Santiago

imagem
O Caminho Português Interior de Santiago estende-se por 205Km, em território português, atravessando os municípios de Viseu, Castro Daire, Lamego, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar e Chaves.

Atravessa a fronteira em Vilarelho da Raia, percorrendo cerca de 182 Km da Via da Prata, em território espanhol, até alcançar Santiago de Compostela.

O Caminho Português Interior de Santiago resultou do empenho conjunto dos oito municípios atravessados, e diferencia-se de outras vias de peregrinação já marcadas, em Portugal, por vários fatores:
O rigor nos critérios de reconhecimento e marcação do caminho;

  • A riqueza patrimonial, iconográfica e toponímica associada a Santiago e ao Caminho;
  • O enquadramento natural e rural;
  • O duplo sentido, permitindo a utilização do caminho para peregrinação a Santiago e a Fátima

O Peregrino percorre cerca de 385km entre Viseu e Santiago de Compostela:  Viseu (35,5km), Castro Daire (36,6km), Lamego (28,8km), Peso da Régua (3,7km), Santa Marta de Penaguião (15,3km), Vila Real (22,9km), Vila Pouca de Aguiar (24,8km) e Chaves (38,2km). Para apoio do Peregrino, que segue orientado pelas setas amarelas, estão já assinalados 10 albergues, dos quais seis são definitivos. A lotação dos mesmos vai de 10 a 60 pessoas e dispõem de quartos, casa de banho, chuveiros, lavandaria e outras valias.

O itenerário tem por base a publicação de “Caminhos Portugueses de Peregrinação a Compostela – itinerários portugueses”, do autor Arlindo Cunha, dividido em nove jornadas ao longo de caminhos tradicionais: Viseu/Almargem; Almargem/Mões; Mões/Magueija; Magueija/S. Gonçalo de Lobrigos; S. Gonçalo de Lobrigos/Vila Real; Vila Real/Zimão; Zimão/Oura; Oura/Chaves; Chaves/Fronteira.

Ampliar a rede internacional de Caminhos de Santiago e aumentar os visitantes no Interior são alguns dos objetivos deste projeto intermunicipal de marcação e dinamização do Caminho Português Interior de Santiago. O percurso delineado aproxima-se do traçado original, em que não foi descurada a segurança e o conforto dos Peregrinos, associados a uma ruralidade pró-ativa em valorizar o contacto com as gentes e com o património envolvente, tais como igrejas, alminhas, pontes e vias ancestrais, entre outros elementos identitários.


MISSÃO

O Caminho Português Interior de Santiago tem como missão dar a conhecer o antigo caminho medieval do interior de Portugal, na sua plenitude, contribuindo para a preservação e salvaguarda da memória histórica e cultural da tradição das peregrinações portuguesas a Santiago de Compostela.

 

Para mais informações: http://www.cpisantiago.pt/