Passar para o Conteúdo Principal

logotipo

pesquisar
 

Projetos Cofinanciados - Portugal 2020

BANNER_PROJETOS_2020_C

  • Adutoras de ligação entre o sistema em alta (Alto Rabagão) e os sistemas de abastecimento em baixa-Adutoras de Bustelo, Soutelo e Vilela Seca

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto  Adutoras de ligação entre o sistema em alta (Alto Rabagão) e os sistemas de abastecimento em baixa-Adutoras de Bustelo, Soutelo e Vilela Seca

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000327

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

     

    Data de aprovação  27-02-2017

    Data de início  01-08-2016

    Data de conclusão  31-12-2018

    Custo total elegível  999.174,00€

    Apoio financeiro da União Europeia  FEDER/FC – 849.297,90€

    Apoio financeiro público nacional/regional  149.876,10€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A presente operação visa assegurar o abastecimento de água em quantidade e qualidade a sete freguesias do concelho de Chaves (cerca de 3.500 habitantes) abastecidas até então exclusivamente por água proveniente de captações próprias. Estas povoações são servidas pelos sistemas de abastecimento de água (SAA) de Soutelo, de Bustelo e de Vilarinho da Raia que se têm revelado insuficientes face às necessidades atuais, com caudais reduzidos e de baixa qualidade.

    Face a este cenário o município de Chaves procurou encontrar soluções para estes problemas tendo concluído que a solução mais indicada passaria por assegurar um reforço ao abastecimento destes SAA a partir do abastecimento em alta do sistema do Alto Rabagão, propriedade das Águas do Norte. Assim serão construídas 3 adutoras, com origem nos pontos de entrega em “alta” das Águas do Norte, nomeadamente a adutora de Bustelo, na extensão de 3.320ml, a adutora de Soutelo, na extensão de 4.356ml e adutora de Vilela Seca na extensão de 3.057ml. Também está prevista nesta operação a construção de um reservatório com capacidade de 100m3 para SAA de Soutelo e trabalhos de substituição de equipamentos nos reservatórios dos SAA de Bustelo e Vilela Seca.

    Resultados esperados:

    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (1.947 pessoas);
    • Extensão de Rede de abastecimento de água construída (10,70 Km);
    • N.º de Estações Elevatórias construídas (2 Estações Elevatórias);
    • N.º de Reservatórios construídos nos sistemas de abastecimento de água apoiados (1 Reservatório);
    • N.º de Reservatórios remodelados nos sistemas de abastecimento de água apoiados (2 Reservatórios);
    • Redução das ocorrências de falhas no abastecimento em baixa (100%);
    • Alojamentos com adesão ao serviço em alta (76%). 

    BARRA_FINAL2

  • CHAVES EM LINHA - Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos

    NORTE_2020

    Designação do projeto | CHAVES EM LINHA - Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos

    Código do projeto | NORTE-09-0550-FEDER-000061

    Objetivo principal | Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção | Norte

    Entidade beneficiária | Município de Chaves

    Data de aprovação | 10-03-2017

    Data de início | 11-07-2016

    Data de conclusão | 31-07-2018

    Custo total elegível | 835.532,04 €

    Apoio financeiro da União Europeia Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional | 710.202,23 €

    Apoio financeiro público nacional/regional | 125.329,81 €

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:
    A presente operação visa reorganizar e capacitar os serviços municipais, bem como dar apoio às juntas de freguesia e estabelecimentos escolares do concelho de Chaves, através de apoio presencial na utilização de novos soluções na área das TIC para a administração em linha, assentando na disponibilização de serviços públicos em linha, disponibilização de formulários na internet (possibilitando o preenchimento e submissão), mobilidade, digitalização documental, modelos descentralizados de atendimento e melhoria da eficiência de processos, comtemplando as seguintes ações:

    • Ação 1 - Reorganização e Capacitação dos serviços e centros de dados para computação em linha
    • Ação 2 - Desmaterialização, automatização e Interoperabilidade dos serviços municipais
    • Ação 3 - Veículo automóvel elétrico a utilizar nos serviços itinerantes
    • Ação 4 - Promoção e Divulgação dos serviços digitais "CHAVES EM LINHA
    • Ação 5 - Obras de adaptação de edifício para atendimento descentralizado

    Resultados esperados:

    1. Ações de divulgação na área da sociedade da informação dirigidas aos munícipes/ cidadãos ou empresas (15,00);
    2. Serviços da Administração Pública apoiados (1,00);
    3. Solicitações transmitidas pela internet através de formulários criados no âmbito da intervenção financiada, nos últimos 12 meses (1200,00);
    4. Solicitações transmitidas via sistemas de atendimento intermediados com a utilização de formulários criados no âmbito da intervenção financiada, nos últimos 12 meses (1000,00);
    5. Aumento do número de acessos ao “site” da entidade intervencionada (25000,00).

    BARRA_FINAL2

  • JARDIM DE INFÂNCIA DE VIDAGO

    NORTE_2020

    Designação do projeto | Jardim de Infância de Vidago
    Código do projeto | NORTE-08-5673-FEDER-000112
    Objetivo principal | Investir na educação, na formação e na formação profissional
    Região de intervenção | Norte
    Entidade beneficiária | Município de Chaves

    Data de aprovação 13-04-2017
    Data de início 26-05-2017
    Data de conclusão 29-12-2017
    Custo total elegível 193.859,96€
    Apoio financeiro da União Europeia FEDER– 164.780,97€
    Apoio financeiro público nacional/regional 29.078,99€
    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    Esta operação visa uma intervenção de requalificação no edifício do Jardim-de-Infância de Vidago com vista à sua adequação funcional, garantindo o conforto e segurança necessários, bem como, criar condições para melhorar o desenvolvimento do seu projeto educativo e dotar os novos espaços requalificados para as atividades sócio/educativas através da aquisição de mobiliário, material didático e equipamento informático adequado.
    Com a concretização desta intervenção as áreas funcionais do edifício serão substancialmente melhoradas, dotando-o com as condições de utilização exigidas, de acordo com normas reguladoras das condições de instalação e funcionamento de creches e jardins-de-infância, constantes da legislação em vigor sobre tais equipamentos socioeducativos, nomeadamente o Despacho Conjunto n.º 268/97, de 25 de Agosto e a Portaria n.º 262/2011, de 31 de Agosto.
    Com a presente intervenção este estabelecimento passará a dispor das condições necessárias para receber crianças de outros estabelecimentos de educação pré-escolar, do meio rural, que venham eventualmente a encerrar face ao decréscimo do número de alunos.
    Neste contexto, prevê-se o cumprimento das seguintes:

    Indicadores de Realização:

    • Capacidade das infraestruturas de acolhimento de crianças ou de educação apoiadas (50 alunos em 2018)
    • Equipamentos de ensino intervencionados (1 equipamento em 2017)
    • Novas salas de aula (0 novas salas de aulas)
    • Salas de aula requalificadas (2 salas de aulas em 2017)

    Indicadores de Resultado:

    1. Alunos inscritos no estabelecimento de ensino no ano letivo seguinte ao término da intervenção (50 alunos em 2018)
    2. Variação do Numero de alunos (diferença entre o numero de alunos antes e após a intervenção) (12 alunos em 2018)
    3. Alunos integrados em regime letivo normal (rede publica) (50 alunos em 2018)

    BARRA_FINAL

  • Largo General Silveira (Remodelação do Largo General Silveira - Largo das Freiras)

    NORTE_2020

    Designação do projeto | Largo General Silveira (Remodelação do Largo General Silveira - Largo das Freiras)

    Código do projeto | NORTE-05-2316-FEDER-000012

    Objetivo principal | Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção | Norte

    Entidade beneficiária | Município de Chaves

    Data de aprovação | 19-12-2016

    Data de início | 12-12-2016

    Data de conclusão | 31-05-2017

    Custo total elegível | 260.440,94€

    Apoio financeiro da União Europeia Fundo Económico de Desenvolvimento Regional | 221.374,80€

    Apoio financeiro público nacional/regional | 39.066,14€

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:
    A presente operação consubstancia a intervenção de beneficiação e reabilitação do Largo General Silveira (Largo das Freiras), localizado dentro do perímetro da Área de Reabilitação Urbana do Centro Histórico de Chaves (ARU), visando incrementar e potenciar o valor cénico do local, sem inviabilizar a sua polivalência, disponibilizando condições de conforto, de forma a proporcionar um nível de fruição e perceção do espaço que se coadune com as legítimas expectativas da população e potenciais utilizadores da praça e com a qualidade estética que se pretende continuar a implementar no Centro Histórico.

    A “filosofia” subjacente à proposta é de conferir mais urbanidade ao Largo, de forma a melhorar a sua imagem e funcionalidade, passando esta requalificação pela substituição do pavimento degradado, eliminando, também, a fonte e as “poldras” aí existentes.

    O novo pavimento será constituído, na maior parte da área, por uma malha em quadrícula, com a aplicação de granito nos limites dos quadrados e calçada à portuguesa, preenchendo o seu interior.

    Será implantada no eixo central da praça uma “fonte seca”, com recuperação da água. Além de servir, nos meses mais quentes, para elevar o conforto ambiental, contribuirá para valorizar esteticamente o espaço. Devido às suas características, a sua inserção espacial não inviabilizará outros usos.

    A Este e a Norte da área de intervenção a implantação de “canteiros”, destinados à plantação de elementos arbóreos e arbustivos.

    A Oeste, as árvores serão substituídas e deslocalizadas, tendo em conta as características das existentes e a pressão que o volume radicular exerce sobre a pedra constituinte das bancadas, que, nesta área, serão reconstituídas, após a eliminação das caldeiras.

    Resultados esperados:

    • Espaços abertos criados ou reabilitados em áreas urbanas (3.117,00 m2);
    • Aumento do grau de satisfação dos residentes que habitam em áreas com estratégias integradas de desenvolvimento urbano (4,00 de 1 a 10).

    BARRA_FINAL2

  • PEPAL 5.ª EDIÇÃO – Programa de Estágios Profissionais na Administração Local

    POISE_PT2020_FSE_690

    Designação do projecto: PEPAL 5.ª EDIÇÃO – Programa de Estágios Profissionais na Administração Local

    Código do projeto : POISE-02-3220-FSE-000124

    Objetivo principal: Possibilitar aos jovens com qualificação superior a realização de um estágio profissional, em contexto real de trabalho, que crie condições para uma mais rápida e fácil integração no mercado de trabalho.

    Região de intervenção |Região Norte

    Entidade beneficiária |Município de Chaves

    Data de aprovação: 22/11/2016

    Data de início: 03/08/2015

    Data de conclusão: 02/08/2016

    Custo total elegível: 28.637,64 €

    Apoio financeiro da União Europeia: FSE – 26.346,63 €

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:
    Possibilitar aos jovens com qualificação superior a realização de um estágio profissional em contexto real de trabalho, que crie condições, para uma mais rápida e fácil integração no mercado de trabalho.

    BARRA_FINAL2

  • Sistemas de águas residuais (SAR) de Chaves – Ligações entre os sistemas em alta e os sistemas em baixa – Emissários do Parque Empresarial, Translar e Sistema Elevatório de Curalha

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto: Sistemas de águas residuais (SAR) de Chaves – Ligações entre os sistemas em alta e os sistemas em baixa – Emissários do Parque Empresarial, Translar e Sistema Elevatório de Curalha

    Código do projeto: POSEUR-03-212-FC-000331

    Objetivo principal: Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção: Norte

    Entidade beneficiária: Município de Chaves

    Data de aprovação: 27-02-2017

    Data de início: 01-01-2017

    Data de conclusão: 31-12-2018

    Custo total elegível: 239.284,50€

    Apoio financeiro da União Europeia Fundo de Coesão: 203.391,82€

    Apoio financeiro público nacional/regional: 35.892,68€

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos:
    A presente operação visa a execução de um emissário e um sistema elevatório inseridos no Sistema de Águas Residuais de Chaves (SAR de Chaves), designadamente:

    • Emissário do Parque Empresarial de Chaves (PEC) que se destina a substituir uma unidade de tratamento, de carácter provisório, instalada no PEC, interligando a rede de drenagem ao emissário do Tâmega;
    • Sistema elevatório de Curalha, composto por uma estação elevatória e respetivas condutas, que se destina a substituir a unidade de tratamento (fossa sética), atualmente existente no SAR de Curalha, interligando esse sistema de águas residuais no SAR de Chaves.

    As ações propostas constituem uma complementaridade alta/baixa, permitindo a otimização da utilização da capacidade instalada pelas Águas do Norte, bem como, o aumento do grau de cobertura do SAR de Chaves e da eficácia da unidade de tratamento (ETAR de Chaves), garantindo-se deste modo a melhoria da massa de água na bacia hidrográfica do rio Tâmega.

    Resultados esperados:

    • Extensão dos Sistemas de Drenagem de Águas Residuais a construir (3,77 Km);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (1.211 equivalente de população/1.211 pessoas);
    • N.º de Estações Elevatórias construídas (1 Estação Elevatória);
    • % de Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (5,48%).

    BARRA_FINAL

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves - Acesso ao serviço de recolha e tratamento de águas residuais a pequenos aglomerados - Sistema de Águas Residuais de Adães

    poseur_690

    Designação do projeto Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves - Acesso ao serviço de recolha e tratamento de águas residuais a pequenos aglomerados - Sistema de Águas Residuais de Adães

    Código do projeto POSEUR-03-2012-FC-000357

    Objetivo principal Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção Norte

    Entidade beneficiária Município de Chaves

     

    Data de aprovação27-02-2017

    Data de início01-01-2017

    Data de conclusão31-12-2018

    Custo total elegível267.579,27€

    Apoio financeiro da União EuropeiaFundo de Coesão-227.442,38€

    Apoio financeiro público nacional/regional40.136,89€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    Com esta operação, pretende-se a levar a efeito a construção de uma pequena rede de drenagem de águas residuais com cerca de 3km para servir o que corresponde a uma população equivalente de 150 habitantes. O tratamento do efluente gerado será assegurado numa estação de tratamento de águas residuais (ETAR), do tipo compacto, com capacidade de tratamento para 150 habitantes, que assegurará o tratamento dos efluentes de Adães (pertencente à de freguesia de Santa Leocádia, no concelho de Chaves). Pretende-se deste modo, dotar toda a aldeia de rede pública de saneamento de águas residuais domésticas e consequentemente instalar uma ETAR, com capacidade de tratamento para assegurar os valores de descarga exigidos pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA). A solução preconizada na presente operação garante um eficaz tratamento das águas residuais de forma a serem libertadas para o meio natural (curso de água) com os parâmetros de qualidade em níveis exigidos pela legislação em vigor, e consequentemente contribuindo para o objetivo central da operação, ou seja, a melhoria da massa de água da bacia hidrográfica do rio Tâmega.

      Resultados esperados:

    • Extensão dos Sistemas de Drenagem de Águas Residuais a construir (3,00Km)
    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (114 equivalente de população);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (114 equivalente a pessoas);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%).

    BARRA_FINAL2_1_640_400

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves - Acesso ao serviço de recolha e tratamento de águas residuais a pequenos aglomerados -Sistema de Águas Residuais de Calvão

    poseur_690

    Designação do projeto Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves - Acesso ao serviço de recolha e tratamento de águas residuais a pequenos aglomerados -Sistema de Águas Residuais de Calvão.

    Código do projeto POSEUR-03-2012-FC-000360

    Objetivo principal Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção Norte

    Entidade beneficiária Município de Chaves

     

    Data de aprovação 30-12-2016

    Data de início 01-01-2017

    Data de conclusão 31-12-2018

    Custo total elegível 484.849,30€

    Apoio financeiro da União EuropeiaFundo de Coesão - 412.121,90€

    Apoio financeiro público nacional/regional 72.727,40€

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    Com a presente operação pretende-se promover a execução da ampliação da rede de saneamento da povoação de Calvão, no concelho de Chaves. Em Calvão, existe uma rede pública de saneamento, sendo o tratamento dos efluentes assegurado por uma fossa séptica, que presentemente não satisfaz os requisitos necessários para garantir o adequado tratamento do esgoto doméstico. Pretende-se com esta operação, o aumento do grau de cobertura da rede de saneamento, bem como melhorar a eficácia da unidade de tratamento. Assim projetou-se o aumento da rede de drenagem em mais 6.110ml, consistindo na execução de um sistema elevatório de águas residuais e a execução de uma ETAR com capacidade de tratamento para 250 habitantes equivalentes. A solução preconizada na presente operação garante um eficaz tratamento das águas residuais de forma a serem libertadas para o meio natural (curso de água) com os parâmetros de qualidade em níveis exigidos pela legislação em vigor, e consequentemente contribuindo para o objetivo central da operação, ou seja, a melhoria da massa de água da bacia hidrográfica do rio Tâmega.

    Resultados esperados:

    • Extensão dos Sistemas de Drenagem de Águas Residuais a construir (6,10Km);
    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (250 equivalente de população);
    • Estações Elevatórias construídas (AR) 1,00;
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%).

    BARRA_FINAL2_1_640_400

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves - Acesso ao serviço de recolha e tratamento de águas residuais a pequenos aglomerados - Sistema de Águas Residuais de Paradela de Veiga

    poseur_690

    Designação do projeto Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves - Acesso ao serviço de recolha e tratamento de águas residuais a pequenos aglomerados - Sistema de Águas Residuais de Paradela de Veiga.

    Código do projeto POSEUR-03-2012-FC-000358

    Objetivo principal Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção Norte

    Entidade beneficiária Município de Chaves

     

    Data de aprovação 21-01-2017

    Data de início 01-01-2017

    Data de conclusão 30-04-2017

    Custo total elegível 267.579,27€

    Apoio financeiro da União Europeia Fundo de Coesão - 96.990,00€

    Apoio financeiro público nacional/regional 96.990,00€

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    Com a presente operação pretende-se promover a execução da ampliação da rede de saneamento da povoação de Paradela de Veiga, no concelho de Chaves. Em Paradela de Veiga, existe uma rede pública de saneamento, sendo o tratamento dos efluentes assegurado por uma fossa séptica, que presentemente não satisfaz os requisitos necessários para garantir o adequado tratamento do esgoto doméstico. Pretende-se com esta operação, eliminar a fosse sética existente interligando a rede de drenagem da aldeia ao sistema de águas residuais de Chaves, cujo tratamento é assegurado em alta na ETAR de Chaves, explorada pelas Águas do Norte. Para tal propósito, torna-se necessário ampliar a rede de drenagem existente em cerca de 1700ml o que garantirá o transporte das águas residuais de Paradela de Veiga até ao SAR de Chaves.

    Resultados esperados:

    • Extensão dos Sistemas de Drenagem de Águas Residuais a construir (1,70Km)
    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (135 equivalente de população);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (135 equivalente a pessoas);
    • Incremento do nº de Alojamentos que passaram a ter destino adequado de águas recolhidas (91,84%).

    BARRA_FINAL2_1_640_400

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Bustelo

    poseur_690

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Bustelo

     

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000345

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

     

    Data de aprovação  31-01-2017

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-04-2017

    Custo total elegível  135.468,00€

    Apoio financeiro da União Europeia  Fundo de Coesão - 115.147,80€

    Apoio financeiro público nacional/regional  20.320,20€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A Câmara Municipal de Chaves levou a efeito há mais de 20 anos a execução da rede de drenagem de águas residuais de Bustelo, recorrendo a financiamento próprio. O sistema de tratamento então adotado, foi o de fossas séticas. Todavia, a degradação desta infraestrutura (capacidade depuração muito reduzida face às atuais exigências legislativas) e o seu inadequado dimensionamento face à realidade atual tem originado um foco poluidor que urge eliminar.

    Neste contexto, a presente operação pretende substituir a fossa sética existente por uma estação de tratamento do tipo compacto, com uma capacidade de tratamento maior, aproveitando a fossa sética para complementar o tratamento a efetuar. Dado que o meio recetor da descarga é um subefluente do rio Tâmega, também se pretende com esta operação contribuir para a minimização dos efeitos nefastos das descargas das águas residuais urbanas na massa de água do rio Tâmega contribuindo desde logo para a preservação da qualidade das águas superficiais descarregadas na sua bacia.

    Resultados esperados:

    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (500 equivalente de população/500 pessoas);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2_1_640_400

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Casas Novas /Redondelo

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Casas Novas /Redondelo

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000342

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

    Data de aprovação  16-01-2017

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  31-12-2018

    Custo total elegível  292.160,38€

    Apoio financeiro da União Europeia  FEDER/FC - 248.336,32€

    Apoio financeiro público nacional/regional  43.824,06€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    As povoações de Casas Novas e Redondelo possuem redes de drenagem próprias, construídas na década de 80, sendo o tratamento dos efluentes assegurado por fossas séticas. Todavia, a degradação destas infraestruturas e o seu inadequado dimensionamento para a realidade populacional atual tem originado um foco poluidor que urge eliminar.

    Assim, o município de Chaves, com a presente operação pretende a desativação das duas fossas séticas existentes, procedendo à interligação das duas redes de drenagem dos aglomerados de Casas Novas e Redondelo e à construção de uma estação de tratamento única afastada da malha urbana dos dois aglomerados. Sendo a rejeição dos efluentes efetuada para uma ribeira afluente do rio Tâmega, pretende-se também com esta operação corrigir os efeitos nefastos das descargas das águas residuais urbanas na massa de água de rio Tâmega contribuindo desde logo para a preservação da qualidade das águas superficiais. A solução preconizada na presente operação garante um eficaz tratamento das águas residuais de forma a serem libertadas para o meio natural (curso de água) com os parâmetros de qualidade em níveis exigidos pela legislação em vigor, consequentemente contribuindo para o objetivo central da operação, ou seja, a melhoria da massa de água da bacia hidrográfica do rio Tâmega.

    Resultados esperados

    • Extensão dos Sistemas de Drenagem de Águas Residuais a construir (2,90 Km);
    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (300 equivalente de população);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Mairos

    poseur_690

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Mairos

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000350

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

     

    Data de aprovação  16-01-2017

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-06-2017

    Custo total elegível  132.416,26€

    Apoio financeiro da União Europeia  Fundo de Coesão – 112.553,82€

    Apoio financeiro público nacional/regional  19.862,44€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A Câmara Municipal de Chaves levou a efeito há mais de 30 anos a execução de uma pequena rede de drenagem de águas residuais em Mairos, recorrendo a financiamento próprio. O sistema de tratamento então adotado, foi o de fossas séticas. Todavia, a degradação desta infraestrutura e o seu inadequado dimensionamento face à realidade atual tem originado um foco poluidor que urge eliminar.

    Neste contexto, a presente operação visa promover o aumento do grau de cobertura da rede de saneamento, bem como melhorar a eficácia da unidade de tratamento. Com esta ação também se procura preservar a qualidade da água bruta captada a jusante na albufeira das Nogueirinhas / Ribeira de Arcossó, bem como corrigir os efeitos nefastos das descargas das águas residuais urbanas na massa de água de rio Tâmega, contribuindo desde logo para a preservação da qualidade das águas superficiais. A solução preconizada na presente operação garante um eficaz tratamento das águas residuais de forma a serem libertadas para o meio natural (curso de água) com os parâmetros de qualidade em níveis exigidos pela legislação em vigor, e consequentemente contribuindo para o objetivo central da operação, ou seja, a melhoria da massa de água da bacia hidrográfica do rio Tâmega.

    Resultados esperados:

    • Extensão dos Sistemas de Drenagem de Águas Residuais a construir (0,90 KM)
    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (400 equivalente de população);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2_1_640_400

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Sanjurge

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Sanjurge

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000345

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

    Data de aprovação  31-01-2017

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-04-2017

    Custo total elegível  95.453,00€

    Apoio financeiro da União Europeia  FEDER/FC - 81.135,05€

    Apoio financeiro público nacional/regional  14.317,95€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A Câmara Municipal de Chaves levou a efeito há mais de 20 anos a execução da rede de drenagem de águas residuais de Sanjurge, sendo o tratamento dos efluentes assegurado por fossa sética.

    Todavia, a degradação desta infraestrutura (capacidade depuração muito reduzida face às atuais exigências legislativas) e o seu inadequado dimensionamento face à realidade atual tem originado um foco poluidor que urge eliminar.

    A presente operação pretende substituir a fossa sética existente por uma estação de tratamento do tipo compacto, com uma capacidade de tratamento maior, aproveitando a fossa sética para complementar o tratamento a efetuar. Dado que a ribeira de Sanjurge/Ribelas é um efluente do rio Tâmega também se pretende com esta operação contribuir para a minimização dos efeitos nefastos das descargas das águas residuais urbanas na massa de água do rio Tâmega contribuindo desde logo para a preservação da qualidade das águas superficiais descarregadas na sua bacia.

    Resultados esperados

    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (250 equivalente de população/250 pessoas);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Seara Velha

    poseur_690

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Seara Velha

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000354

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

     

    Data de aprovação  21-01-2017

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-04-2017

    Custo total elegível  98.969,02€

    Apoio financeiro da União Europeia  Fundo de Coesão - 84.123,67€

    Apoio financeiro público nacional/regional  14.845,35€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A Câmara Municipal de Chaves levou a efeito há mais de 20 anos a execução de uma pequena rede de drenagem de águas residuais em Seara Velha, recorrendo a financiamento próprio. O sistema de tratamento então adotado, foi o de fossas séticas. Com o decorrer dos anos e o crescimento do aglomerado, tem vindo a sentir-se uma inadequada localização das unidades de tratamento, bem como uma deficiente qualidade do tratamento prestado. A presente operação visa corrigir as deficiências detetadas, através da desativação das duas fossas séticas existentes e da sua substituição por uma estação de tratamento de águas residuais com capacidade para assegurar a total cobertura da rede de saneamento, bem como melhorar a qualidade do tratamento efetuado. Pretende-se igualmente preservar a qualidade da água nos meios recetores e corrigir os efeitos nefastos que as descargas das águas residuais urbanas produzem na massa de água de rio Tâmega, contribuindo desde logo para a preservação da qualidade das águas superficiais.

    A solução preconizada na presente operação garante um eficaz tratamento das águas residuais de forma a serem libertadas para o meio natural (curso de água) com os parâmetros de qualidade em níveis exigidos pela legislação em vigor, e consequentemente contribuindo para o objetivo central da operação, ou seja, a melhoria da massa de água da bacia hidrográfica do rio Tâmega. Com efeito, esta operação, juntamente com as restantes, que de forma similar se pretendem concretizar, irá contribuir para uma melhoria significativa da qualidade das massas de água do rio Tâmega.

    Resultados esperados:

    Extensão dos Sistemas de Drenagem de Águas Residuais a construir (0,65 Km)
    N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (200 equivalente de população);
    Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2_1_640_400

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vilarinho da Raia

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos aglomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vilarinho da Raia

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000334

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

    Data de aprovação  30-12-2016

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-04-2017

    Custo total elegível  60.772,04€

    Apoio financeiro da União Europeia  FEDER/FC – 51.565,23€

    Apoio financeiro público nacional/regional  9.115,81€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A presente operação visa contribuir para a melhoria da qualidade da água da bacia hidrográfica do rio Tâmega, através da implementação de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) compacta de processo biológico de lamas ativadas (oxidação total) para servir a rede de recolha de águas residuais de Vilarinho da Raia. A execução da ETAR de Vilarinho fechará o Sistema de Águas Residuais (SAR) de Vilarinho da Raia, constituído por uma rede de drenagem e emissário com uma extensão de 2.100ml e uma estação de tratamento de águas residuais domésticas.

    Resultados esperados:

    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR)
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (80 equivalente de População);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2

  • Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos glomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vila Meã

    POSEUR_2020_UE_690B

    Designação do projeto  Sistemas de águas residuais (SAR) no concelho de Chaves – A contribuição dos pequenos glomerados na redução da poluição urbana na bacia do Tâmega - ETAR de Vila Meã

    Código do projeto  POSEUR-03-2012-FC-000339

    Objetivo principal  Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

    Região de intervenção  Norte

    Entidade beneficiária  Município de Chaves

    Data de aprovação  30-12-2016

    Data de início  01-01-2017

    Data de conclusão  30-04-2017

    Custo total elegível  67.413,04€

    Apoio financeiro da União Europeia  FEDER/FC - 57.301,08€

    Apoio financeiro público nacional/regional  10.111,96€

     

    Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

    A presente operação visa contribuir para a melhoria da qualidade da água da bacia hidrográfica do rio Tâmega, através da construção de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) compacta de processo biológico de lamas ativadas (oxidação total), a servir a rede de recolha de águas residuais de Vila Meã executada em 2014 com fundos próprios. Trata-se, de uma operação que promove inequivocamente a sustentabilidade local, tanto a nível ambiental, com uma diminuição da pressão exercida sobre a massa de água “rio Tâmega”, o que do ponto de vista social e económico irá também trazer benefícios com a possibilidade de uma fruição dos cursos de água em causa.

    Resultados esperados

    • N.º de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) construídas para servir até 500 Eq. Pop.(1 ETAR);
    • População adicional servida pelas melhorias do sistema de saneamento de águas residuais em baixa (100 equivalente de população);
    • Alojamentos abrangidos com avaliação satisfatória no cumprimento dos parâmetros de descarga (100%). 

    BARRA_FINAL2